Mais uma tentativa, mas criativa!


Que os visitantes das penitenciárias tentam levar coisas para os detentos todos já sabemos, mas até onde a criatividade vai para conseguir este feito?

Talvez no escuro seja fácil confundir as coisas, dito isto, adicionamos o medo nas pessoas para que a imaginação vá longe e comece a ver coisas onde não há nada. Mas tudo bem, mesmo assim ainda é possível confundir as coisas quando damos aquela rebatida de olho. Neste caso, estamos falando de um caso o qual os bombeiros foram chamados por um pequeno engano.

Em Viçosa, os bombeiros foram chamados para capturar uma cobra, quando na verdade era apenas linguiça jogada ao chão. Sim, os bombeiros foram chamados pelo medo de que a linguiça fosse uma cobra, inclusive, os bombeiros disseram que realmente parecia ser uma cobra. Mas este não é o caso de Itirapina.

Aqui, em mais um tentativa de levar coisas para dentro das penitenciárias, neste sábado (19), uma mulher tentou levar uma “marmitinha” para seu companheiro, mas estava literalmente uma droga. Como é possível notar pelas imagens, até poderia estar saborosa, não fosse o fato de estar cheio de drogas dentro.

Dentro da linguiça, que estava longe de ser confundida com uma cobra, foram encontrados um monte de drogas. E quando eu digo “um monte”, eu quis dizer exatamente 72 invólucros de maconha. E tudo isso escondido nos gomos das linguiças. Haja linguiça.

De praxe, a mulher foi conduzida à delegacia para o B.O. e a penitenciária abriu processo investigativo disciplinar para apurar a cumplicidade do detento sobre este caso. E de quebra, o detento não ganhou as drogas e ainda deve ter ficado sem comer a linguiça e o restante da marmita.

[Fonte: G1]