Estava “preso”, mas nada o impediria de pedalar por aí


Neste sábado (1), os Policiais Rodoviários Soldados Vittorello e Coluço, durante seu patrulhamento de rotina avistaram um homem vindo de bicicleta pela pista. Mas não era um ciclista comum.

Após abordarem o homem, que estava pedalando em uma bicicleta “Heiland” de cor azul, na rodovia Washington Luis (SP-310), os policiais não encontraram nada ilegal. Mas após fazerem uma busca em seu sistema, perceberam que este não era um ciclista comum.

Segundo o que constava no Sistema Prodesp, este homem estava “preso” e, então, foi percebido que ali havia algo errado. O preso, não podendo estar solto e muito menos pedalando livremente por aí, só podia significar uma coisa: “Ele fugiu e roubou esta bicicleta!” E foi isto mesmo.

Após ter fugido da penitência de Itirapina, ele simplesmente roubou uma bicicleta de uma casa e saiu pedalando por aí, como se a vida fosse apenas flores. Liberdade!

Mas, infelizmente para ele, a vida não é tão fácil assim e talvez ele não esperava se deparar com alguns policiais na estrada, ou talvez esperasse passar de fininho por eles. E o desfecho não foi como ele previu.

A prisão foi feita em flagrante, sendo o homem conduzido a Delegacia de Rio Claro, onde a delegacia tomou ciência dos fatos e ratificou a voz de prisão. A bicicleta foi devolvida ao dono, que informou custar em torno de R$ 2500.

Então, cuidado, sua bicicleta também pode ser veículo de fuga!

[Fonte: GrupoRioClaroSP]