Assim como possível acompanhar os números da violência nas maiores cidades do país, também é possível acompanhar os números referentes à nossa cidade.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo mantém os dados da violência compilados em seu website e todos podem acessá-lo, mesmo que sua divulgação seja mal feita e poucas pessoas conheçam. Basta filtrar corretamente a pesquisa para acessar os dados do município e uma grande quantidade de informações estará disponível para você.

Deste modo, podemos verificar alguma coisas interessantes. Listamos abaixo uma série de informações para você saber sobre a questão da segurança pública de Itirapina.

O número de lesões corporais diminuiu de 2016 para 2017, mas deve se manter igual para 2018

No ano de 2016 houveram 93 lesões corporais, enquanto em 2017 houveram 72, uma redução de aproximadamente 32% com relação de um ano para o outro.

Em 2017, a média é de 6 agressões por mês (totalizando 72) e, em 2018, contabilizando a totalização dos meses computados (de janeiro à agosto), a média também fica em 6 por mês, totalizando 48 até agora. Ou seja, aparentemente este número deve se manter igual ao de 2017.

Lesão corporal por acidente de trânsito também reduziu de 2016 para 2017, mas deve ficar mais alto em 2018

Em 2016 houveram 31 incidentes de lesão corporal por causa de acidentes de trânsito, número superior ao registrado em 2017, que foi de 21. Isto representa uma redução de aproximadamente 32%. Entretanto, em 2018, até o registrado em agosto, já contabiliza 21 incidentes, igualando ao ano de 2017. Ainda faltam computar 4 meses e seguindo a média de ocorrências, deve ficar igual ao número de 2016.

Ou seja, em 2017 houve redução do número de lesões por causa de acidentes, mas em 2018 a tendência é que voltemos ao patamar de 2016.

Homicídio culposo por acidente de trânsito reduziu consideravelmente em 2018

Enquanto no ano de 2016 foi registrado 6 casos e em 2017, 7 casos, quando acontece um acidente de trânsito com vítimas fatais, mas que o acusado não possui a intenção de matar, em 2018, até agosto, foi registrado apenas 2 casos.

Seguindo a tendência, 2018 pode fechar com até 3 casos, mas até o momento, a queda é de 71%.

O número de assassinatos tem caído

Enquanto em 2016 foram registrados 2 casos, em 2017 não houve sequer um registro deste tipo de incidente.

Em 2018, até agosto não havia casos registrados, entretanto, recentemente houve o caso do filho que matou o pai e isto aconteceu em setembro, logo, este ainda não foi contabilizado, mas é o primeiro deste tipo registrado em 2018.

O número de estupros está crescendo

Em 2016 foram registrados 4 casos, em 2017, 6 casos, e em 2018, até o momento, 5 casos. Se for seguir a tendência pelos meses observados, então já há uma indicação de aumento destes números.

Este número se torna preocupante se considerarmos que no ano de 2017, dos 6 casos registrados, 5 casos foram de estupro de vulnerável e em 2018, todos estão enquadrados nesta categoria. Isso significa que as vítimas eram menor de idade e houve abusos não consentidos.

Devemos ressaltar também que estes números não representam a totalidade, já que a maioria das vítimas preferem não relatar seus casos por medo dos agressores ou por vergonha com relação à exposição.

Caso você seja menor e vítima de violência sexual ou conheça alguém que passou por isso, você pode denunciar discando 100, que é um serviço de apoio à crianças e adolescentes com relação a violência sexual.

O roubo de carga foi igual em 2016 e 2017, mas em 2018 deve aumentar

Tanto em 2016 quanto em 2017, foram registrados apenas 4 casos deste tipo, mas em 2018, considerando apenas os 8 meses observados, já foram registrados 4 casos também. Entretanto, como o número é relativamente baixo, pode ser que se estabilize e não se registre mais, entretanto ainda é cedo para fazer qualquer afirmação neste sentido.

O roubo de veículos tem aumentado de 2016 para cá

Enquanto em 2016 foram registrados 2 casos de roubo de carros em Itirapina, em 2017 foram 4, aumento de 50%. Já em 2018 foram registrados 4 casos até agosto e, se seguirmos a média, apresenta uma tendência de aumento.

Não houve roubo a bancos de 2016 à 2018

Enquanto algumas cidades vizinhas apresentaram arrombamentos e explosões de caixas eletrônicos, em Itirapina simplesmente não houve registros deste tipo.

O número de roubos, de forma geral, tem aumentado pouco, mas aumentou

Nesta categoria soma-se o número de roubos de veículos, cargas e outros tipos. Enquanto em 2016 houveram 10 casos registrados, em 2017 foram 17 casos e, em 2018, foram 18 casos até agosto. Há, nestes números, uma leve tendência de aumento.

Nós mesmos já registramos um caso e ele está inserido nestes números. Há ainda outros casos registrados em setembro que ainda não entram nesta conta.

A quantidade de furtos registrados caíram drasticamente desde 2016, mas pode aumentar

Em 2016 foram registrados 198 casos de furtos e outros 14 furtos de veículos. Em 2017 foram registrados 152 casos de furtos, mas apenas 4 de veículos. A redução de furtos (excluindo veículos) representou pouco mais de 23%, enquanto que o de veículos reduziu em mais de 70%.

Em 2018 já foram registrados 104 casos de furtos e outros 3 furtos de veículos. Considerando a média de furtos, há uma tendência que neste ano a quantidade de furtos seja maior que em 2017, porém, os furtos de carros aconteceram tudo em um mesmo mês, o que parece ter solucionado o foco de onde ocorria, o que não quer dizer que não irá ocorrer mais furtos.

Temos números interessantes para o ano de 2018, mas devemos ficar atentos aos números, afinal, foram analisados de uma forma simples e considerando apenas uma média anual.

Apesar de não haver como prever a quantidade de crimes para um determinado mês, sempre existe uma tendência disto acontecer em conjunto com datas marcantes em nosso calendário, como em meses em que há mais festas ou outros eventos.

A melhor maneira de evitar que estes números aumentem é seguindo as leis e tendo prudência em nossas atitudes, sempre agindo de forma defensiva e denunciando sempre que possível e ajudando o próximo.

Você pode conferir os números oficiais pelas tabelas abaixo.

  • (1) Soma de Roubo – Outros, Roubo de Carga e Roubo a Banco.
  • (2) Homicídio Doloso inclui Homicídio Doloso por Acidente de Trânsito.
  • (3) Nº de Vítimas de Homicídio Doloso inclui Nº de Vítimas de Homicídio Doloso por Acidente de Trânsito.
  • (4) Soma de Estupro e Estupro de Vulnerável.
  • (…) Dados não disponíveis.
  • Os dados estatísticos do Estado de São Paulo são divulgados nesta página em data anterior à publicação oficial em Diário Oficial do Estado (Lei Estadual nº 9.155/95 e Resolução SSP nº 161/01). No período compreendido entre a divulgação inicial e a publicação oficial em Diário Oficial, há possibilidade de retificações que são atualizadas automaticamente nesta página.

[Fonte: departamento de polícia civil, polícia militar e superintendência da polícia técnico-científica/SSP | Imagem por niu niu]